6 livros sobre viagens inspiradoras

16/7/2021 | Dicas

As experiências vividas em viagens servem para edificar os sonhos. E os livros também podem ser o primeiro passo. Confira essa lista incrível

Buscando inspiração para viajar? Os livros podem ajudar. Além de informar, as obras literárias sobre viagens têm o poder de levar simbolicamente o leitor até cada local, de modo a aguçar ainda mais a sua vontade de estar presencialmente por lá. 

Essa seleção preparada pela Sumond é imperdível, pois fala sobre pessoas, viagens e destinos. As experiências são enriquecedoras e deixam um gostinho de quero mais! Acompanhe!

1. Como viajar pode mudar o mundo (Andrew Solomon)

Essa obra traz uma coletânea de relatos do próprio autor sobre suas viagens, com observações acerca dos 83 países que já visitou. Ele faz alertas essenciais sobre a importância do hábito de viajar e conhecer novas culturas, além de analisar os destinos já visitados com um ponto de vista que vai além do turístico. 

Neste sentido, Andrew mostra um olhar totalmente perspicaz, que compreende as ramificações sociais, políticas e econômicas de cada lugar. Outra curiosidade do livro é que ele traz histórias de personagens comuns que servem como ponto de partida para o turista entender o contexto local.  Além de tudo, ele ressalta a todo o momento a importância da empatia do turista com as culturas regionais.

2. A estrada dá tudo o que você precisa (Mirella Rabelo e Rômulo Wolff)

Quem elaborou este livro foi o casal Mirella e Rômulo, famoso no Youtube por compartilhar suas experiências e estilo de vida excêntrico. A propósito, ambos moram juntos em um motorhome e viajam pelo mundo há mais de três anos. O livro, por sua vez, fala dos privilégios e desafios enfrentados a cada viagem, a cada aventura.

Além disso, traz dicas para quem quer seguir o mesmo estilo de vida ou também para quem deseja curtir ótimas viagens. A linguagem da obra é descontraída, o leitor mergulha na vida nômade do casal e desperta o seu senso de coragem e aventura. Ao final, é só pensar no destino e pé na estrada! 

3. A caminho do Atacama (Rômulo Provetti)

Neste livro, o autor relata suas aventuras desde a cidade de Belo Horizonte até o Deserto do Atacama, no Chile. O curioso é que foram 24 dias de viagem e mais de 10.500 quilômetros em uma moto para contar ao leitor todas as belezas encontradas pelo caminho.

Além de dividir suas angústias, medos e conquistas durante o trajeto, Rômulo dá dicas e informações práticas para quem quer visitar o Atacama e enfatiza a importância do planejamento de uma viagem.

Na “garupa” de Rômulo, o leitor ainda contempla as belas fotos que ilustram a obra e se contagia pelo senso de aventura do autor. É um incentivo e tanto para quem deseja viajar, mesmo que não seja de moto, mas com o apoio de uma agência, por exemplo. Vale a leitura e as dicas de cada parágrafo.

4. Terra dos homens (Antoine de Saint-Exupéry)

Neste livro, o autor conquista o leitor com suas reflexões e impressões da época em que era piloto de avião, durante as décadas de 1920 e 1930. Mas o que isso tem a ver com turismo? Tudo! Saint-Exupéry, que ficou famoso com o clássico O Pequeno Príncipe,  narra com riqueza de detalhes os episódios vividos ao sobrevoar rotas da África e da América do Sul. 

Ele conta suas experiências desde o Deserto do Saara até a Cordilheira dos Andes. Em um dos capítulos, o livro traz o momento em que o autor sofreu uma queda de avião e ficou perdido por dois dias no Saara, sem água e sem comida. Mais do que um livro de viagem, Terra dos Homens é um grande e precioso ensaio sobre a simplicidade e o sentido da vida.

5. Mar sem fim (Amyr Klink)

Numa viagem extraordinária, o brasileiro Amyr Klink conta como foram suas experiências a bordo de um veleiro, cujo objetivo era dar a volta ao mundo – 360° pela Antártida. Para quem não conhece, esse trajeto é um dos mais inóspitos do mundo porque oferece milhares de quilômetros de águas geladas, mar agitado, vento forte e nenhuma terra à vista. 

No entanto, o brasileiro teve sucesso e foi a primeira pessoa do mundo a completar esse caminho. Em cada página do livro, ele conta que o desafio não foi nada fácil. Foram 141 dias no mar e mais de 18 mil milhas navegadas. 

De um lado, uma rotina cansativa, solitária e apavorante. Do outro, belezas naturais e exóticas, lugares fascinantes, animais marinhos e a liberdade que só um viajante pode ter. A obra é permeada a todo o momento pelo novo e o desconhecido, que levam o leitor a sair da sua zona de conforto em busca de seus sonhos; de sua vontade de desbravar o mundo.

6. Viajar: eu preciso (Mayke Moraes)

Esse livro foi muito bem escrito pelo mineiro Mayke Moraes, que percorreu 54 países, entre os quais Coreia do Sul, Cuba, Bósnia-Herzegovina, Egito e Israel. A obra traz um compilado das vivências do autor e detalha suas aventuras, descobertas, imprevistos, decepções e surpresas por meses de viagem. A mensagem principal deixada por Mayke é que não é preciso ser milionário para conhecer o mundo, basta ter vontade. 

Boa leitura e boa viagem!